Receita para um ótimo ano: Planejamento Financeiro

  • 22
  • 22
1212_mvc_blog

O ano está chegando ao seu final e é o momento em que costumamos fazer um balanço do que conseguimos no ano que passou e o que ficou para o próximo. Esse também é o momento de fazer um planejamento financeiro para que em 2017 suas finanças estejam bem organizadas para atingir seus objetivo, certos?

Mas como fazer isso?
Como devo agir para fugir de dívidas?

Confira agora algumas dicas de planejamento financeiro pessoal para você colocar em prática.

Primeiro você deve reunir todas as informações sobre sua vida financeira.
Por exemplo: extratos de conta corrente, investimentos, comprovantes de compra, de renda, etc.

Com isso você saberá qual é o seu “patrimônio” e sua real situação para fazer o melhor planejamento possível. Quando tiver dívidas, analise as taxas de juros que pagou, e compare com as praticadas no mercado. Com essas informações talvez você consiga negociar e recalcular dívidas mais longas.

Por outro lado, se você tem investimentos dê uma olhada na rentabilidade, veja se o risco exposto está de acordo com o seu perfil de investidor.

Fez tudo isso?
Agora vem o planejamento! Faça uma lista de desejos:
1) O que quer adquirir a curto prazo
2) O que deseja comprar a longo prazo.
Inclua aí o valor para cada um, além de um prazo, de acordo com o valor e suas possibilidades de compra.

Veja algumas dicas simples, mas que fazem a diferença.

1 – Compare preços:

Não compre o primeiro que vier pela frente. Analise os preços, veja no mercado o que está em promoção ou o site que tem o item mais barato. No meio digital essa comparação é ainda mais fácil. Não compre nada por impulso, pois poderá gastar mais.

2 – Compre o necessário:

Cuidado com a compra por impulso! Ás vezes nos empolgamos com preços baixos ou não temos certeza se precisamos daquele item e acabamos comprando. É como ir ao supermercado com fome: sempre levamos itens a mais que o necessário.

3 – Cartão de crédito? Use quando for vantajoso:

Use o cartão quando realmente tiver benefícios com ele, como descontos e milhas. Por outro lado se a intenção for apenas parcelar, fique atento para não se afundar em dívidas na fatura do cartão.

4 – Viva de acordo com o seu padrão:

Não dê o passo maior que a perna. Querer parecer o que não é com jantares que custam caro, ou carros que não pode pagar, apenas fará mal para sua saúde financeira. Por isso economize e poupe para posteriormente conseguir o bem que deseja.

5 – Acompanhe receitas e despesas:

Faça um acompanhamento mensal dos gastos e ganhos para saber onde o seu dinheiro de fato está indo. Assim você corta os gastos desnecessários e investe no que vale a pena.

Qual a importância do planejamento financeiro?
O planejamento faz com que você não tenha surpresas desagradáveis nas suas finanças e propicia uma agenda de quando poderá adquirir um bem de acordo com os ganhos.

Planejar impede riscos financeiros e transtornos pela falta de dinheiro, assim você consegue priorizar metas e sair do endividamento.

Você notará a diferença em pouco tempo de planejamento. O dinheiro renderá mais e você se sentirá mais tranquilo com a sua saúde financeira. Não é preciso criar uma neura em torno do dinheiro e anotar cada real gasto, mas ter uma organização bem feita para não passar por situações complicadas.

Feliz (e planejado) 2017!

Compartilhe