3 lições de empreendedorismo que aprendemos com Mark Zuckerberg

  • 22
  • 22
Blog_mvc_0504

CEO e fundador de uma das marcas mais valiosas da atualidade, Mark Zuckerberg é um empreendedor modelo para quem deseja criar um negócio de sucesso. Mas se engana quem pensa que, para chegar até aqui, a trajetória do jovem bilionário foi fácil.

Confira 3 lições de empreendedorismo que você pode aprender com o fundador do Facebook:

1- Pense grande, mas comece pequeno

Desde o princípio, a missão da mais famosa rede social – na época, chamada de The Facebook – foi “tornar o mundo mais aberto e conectado”. Para um jovem de 19 anos, como tinha Zuckerberg quando lançou o site, certamente tratava-se de um objetivo bastante ambicioso.

Para ser tão bem-sucedido, ele não foi megalomaníaco. Começou investindo num pequeno grupo: a universidade onde estudava. Conforme seu produto foi conquistando os estudantes ao seu redor, ele ampliou o alcance para outras escolas da região. E, assim, com um passo de cada vez, Zuckerberg atingiu os mais de 1,8 bilhão de usuários que tem hoje.

Em entrevista para o site Entrepreneur, o CEO da uShip, Matt Chasen, elogiou a postura de Zuckerberg: “Essa foi uma manobra controversa e obviamente crítica para tornar o Facebook a plataforma global que é hoje, seguindo a filosofia do ‘pense grande, comece pequeno’”. E aconselhou os pequenos empreendedores: “Conquiste um grupo de adeptos iniciais e, depois, expanda”.

2- Tenha muito foco

Se você assistiu ao filme “A Rede Social”, percebeu que o CEO do Facebook teve alguns problemas judiciais ao longo da carreira. Um, em especial, com o brasileiro Eduardo Saverin, que o ajudou a construir a primeira plataforma da rede social.

Embora a postura retratada no longa-metragem possa ser alvo de críticas, não há como negar um fato: Zuckerberg, em meio a conflitos jurídicos, acusações raivosas e muitas dores de cabeça, nunca perdeu o foco.

Nos seus 13 anos à frente do Facebook, ele se manteve concentrado em melhorar a plataforma para garantir que a empresa continuasse crescendo, independentemente do que acontecia na sua vida pessoal.

Em outras palavras, nem sempre é fácil separar a vida profissional dos relacionamentos privados. Mas é necessário ter seriedade e se certificar de que os problemas de um âmbito não afetem o seu desempenho no outro. Com Zuckerberg, o resultado dessa atitude foi bastante incrível.

3- Seja corajoso e inove

O engenheiro do Facebook, Andrew Bosworth, descreveu a postura do CEO da empresa, dizendo:

“Toda vez que Zuck olha um produto, é como se ele fizesse isso com novos olhos. Ele não se deixa sobrecarregar com o que outros produtos são ou como é o produto já existente. Ele não se importa com o que disse ontem, mesmo se ele tiver sido apresentado ao mesmo produto”.

Essa coragem de se permitir pensar em algo completamente novo impulsionou o crescimento do Facebook e, certamente, fará diferença na sua trajetória como empreendedor. Se o seu sonho é ser tão grandioso quanto Zuckerberg e outros tantos nomes, não basta seguir uma fórmula já existente de sucesso. É preciso ter vontade de inovar.

Compartilhe